segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Posted by Joel Rodrigues |


“Examinais as Escrituras porque vós cuidais ter nelas a vida eterna e são elas que de mim testificam.” (Jo 5.39).

“Ora, estes (de Bereia) foram mais nobres do que os que estavam em Tessalónica, porque de bom grado receberam a Palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.” (At 17.11)

Segundo o dicionário Aurélio, a palavra EXAMINAR significa observar atentamente; investigar; aptidão ou a capacidade de; analisar; ponderar, ou seja, ao examinarmos algo, seja um contrato, uma conta telefônica, a Bíblia, etc., fazemo-lo com atenção, observando detalhes, pois não queremos que nenhuma informação passe em branco. O ato de examinarmos as coisas traz-nos benefícios que em alguns casos chegam a preservar a nossa vida. No texto de João 5.39 encontramos a Senhor Jesus estimulando seus ouvintes a examinarem as Escrituras. Da mesma forma que o aluno dedicado examina sua prova, da mesma forma que examinamos nossas contas, o cristão deve dedicar sua atenção naquilo que deve ser sua norma de conduta, a Bíblia. Infelizmente não temos tido mais prazer na leitura bíblica. Limitamos o momento de exame das Escrituras tão somente aos domingos na Escola Bíblica Dominical e no Culto noturno, atitude esta bem diferente da que Jesus exige de nós.

A igreja tem atravessado dias difíceis onde a sã doutrina foi deixada para traz. Cristãos que não tem mais a preocupação de examinar as Escrituras Sagradas se deixam levar por todos os tipos de ensinamentos, muitos ensinamentos que estão fora dos padrões bíblicos. A sã doutrina molda o caráter do cristão e muitos tem ferido a sã doutrina. Que tipo de cristãos então teremos em nosso meio se a sã doutrina tem sido pervertida. Timóteo já nos mostrou o tipo de pessoa que termos fora da sã doutrina, homens amantes de se mesmo, avarentos, desobedientes aos pais, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus (2 Tm 3. 2-4).

O conhecimento da sã doutrina é importante para ajudar os cristãos a repudiar as falsas doutrinas, porque haverá falsos mestres ensinando heresias de perdição (2 Pe 2.1,2). Himeneu e Fileto perverteram a fé de alguns dizendo que a ressurreição já tinha acontecido (2 Tm. 2.17,18). Pedro advertiu que nos últimos dias muitos escarnecerão da esperança na vinda do Senhor (2 Pe 3.3). Em nossa época estamos assistindo, com tristeza, a este desaforo. É importante para os cristãos apresentarem claramente a mensagem da salvação. Cuidar da sã doutrina para convencer do pecado (Tt 1.9,10). Usar a sã doutrina para salvar alguns da Condenação; (1 Tm 4.16).

Ensinar a sã doutrina para haver vidas santificadas. Eis o conselho de Paulo: “Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina. Em tudo te dá, por exemplo, de boas Obras, na doutrina mostra incorrupção (Tt 2.1,7). “Se alguém ensina outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras...; contendas de homens corruptos de entendimento e privados da verdade...”(1 Tm 6.3-5). Que Deus te abençoe.

sábado, 7 de janeiro de 2012

Posted by Joel Rodrigues | File under :


"Eis que chega a hora, e já se aproxima, em que vós sereis dispersos, cada um para sua casa, e me deixareis só, mas não estou só, porque o Pai está comigo. Tenho-vos dito isso, para que em mim tenhais paz; no mundo tereis aflições, mas tende bom ânimo; eu venci o mundo". (João 16: 32-33)

Estas palavras ditas por Jesus antes dEle enfrentar seu grande propósito ao qual Ele desceu à essa terra para salvar o homem perdido pelo pecado (Rm 3:23), foram palavras ditas com tom de despedidas pois já se aproximará a hora em que Ele haveria de enfrentar a morte. E a hora já era chegada e Ele sabia que teria que enfrentar esse momento sozinho e já alertou que todos iriam se dispersar, mas Ele mesmo sabendo que seus discípulos iriam o deixar só, por causa do medo, ainda assim confortou os discípulos que não estaria só porque o Pai estaria com ele. Ora meus amados que grande lição o nosso mestre nos deixou no seu momento mais angustiante aqui na terra, Ele mesmo diante de sua grande aflição não deixou que suas forças se esvaíssem diante da dificuldade e nem deixou que seus discípulos ficassem atemorizados.

“A mulher, quando está para dar à luz, sente tristeza, porque a sua hora é chegada; mas, depois de ter dado à luz a criança, já não se lembra da aflição, pelo prazer de haver nascido um homem no mundo. Assim também vós agora, na verdade, tendes tristeza; mas outra vez vos verei, e o vosso coração se alegrará, e a vossa alegria ninguém vo-la tirará” (Jo 16:21,22).

“Jesus entrou em agonia no Getsemani e seu suor tornou-se como gotas de sangue a escorrer pela terra" (Lc 22:44). O único evangelista que relata o fato é um médico, Lucas. E o faz com a precisão de um clínico. Segundo o médico Francês Dr.Barbet, professor-cirurgião, sobre a agonia de Jesus ele diz: O suar sangue, ou "hematidrose", é um fenômeno raríssimo. É produzido em condições excepcionais: para provocá-lo é necessária uma fraqueza física, acompanhada de um abatimento moral violento causado por uma profunda emoção, por um grande medo. O terror, o susto, a angústia terrível de sentir-se carregando todos os pecados dos homens devem ter esmagado Jesus.

E nós às vezes diante de provações que não se compara com a que Jesus passou, fraquejamos e até pecamos; não estou dizendo que somos tão capazes de passar pela mesma agonia que Jesus passou, mas digo que temos que ser mais forte diante das provações, pois o que Jesus passou por nós não foi fácil para nos entregarmos tão fácil aos devaneios dessa vida. Que Deus te abençoe.

domingo, 1 de janeiro de 2012

Posted by Joel Rodrigues | File under :

Mas um ano se inicia e com isso novos planos de vidas para serem alcançados. As pessoas começam o ano com tantas idéias tantos sonhos a serem realizados enfim começam o ano com tanto gás e tanta euforia para alcançar metas, novas realizações e por fim se frustram. Acabam se sobrepondo além daquilo que podem alcançar, ou seja, tentam sonhos que não estão ao seu alcance, “Pois qual de vós, querendo edificar uma torre, não se assenta primeiro a fazer as contas dos gastos, para ver se tem com que a acabar?” (Lc 14:28). A bíblia é sabia em afirmar que não devemos planejar algo que não está ao nosso alcance, temos sim que nos planejar para alcançar metas e sonhos.