segunda-feira, 16 de janeiro de 2012

Posted by Profetiza Sobre as Nações |


“Examinais as Escrituras porque vós cuidais ter nelas a vida eterna e são elas que de mim testificam.” (Jo 5.39).

“Ora, estes (de Bereia) foram mais nobres do que os que estavam em Tessalónica, porque de bom grado receberam a Palavra, examinando cada dia nas Escrituras se estas coisas eram assim.” (At 17.11)

Segundo o dicionário Aurélio, a palavra EXAMINAR significa observar atentamente; investigar; aptidão ou a capacidade de; analisar; ponderar, ou seja, ao examinarmos algo, seja um contrato, uma conta telefônica, a Bíblia, etc., fazemo-lo com atenção, observando detalhes, pois não queremos que nenhuma informação passe em branco. O ato de examinarmos as coisas traz-nos benefícios que em alguns casos chegam a preservar a nossa vida. No texto de João 5.39 encontramos a Senhor Jesus estimulando seus ouvintes a examinarem as Escrituras. Da mesma forma que o aluno dedicado examina sua prova, da mesma forma que examinamos nossas contas, o cristão deve dedicar sua atenção naquilo que deve ser sua norma de conduta, a Bíblia. Infelizmente não temos tido mais prazer na leitura bíblica. Limitamos o momento de exame das Escrituras tão somente aos domingos na Escola Bíblica Dominical e no Culto noturno, atitude esta bem diferente da que Jesus exige de nós.

A igreja tem atravessado dias difíceis onde a sã doutrina foi deixada para traz. Cristãos que não tem mais a preocupação de examinar as Escrituras Sagradas se deixam levar por todos os tipos de ensinamentos, muitos ensinamentos que estão fora dos padrões bíblicos. A sã doutrina molda o caráter do cristão e muitos tem ferido a sã doutrina. Que tipo de cristãos então teremos em nosso meio se a sã doutrina tem sido pervertida. Timóteo já nos mostrou o tipo de pessoa que termos fora da sã doutrina, homens amantes de se mesmo, avarentos, desobedientes aos pais, mais amigos dos prazeres que amigos de Deus (2 Tm 3. 2-4).

O conhecimento da sã doutrina é importante para ajudar os cristãos a repudiar as falsas doutrinas, porque haverá falsos mestres ensinando heresias de perdição (2 Pe 2.1,2). Himeneu e Fileto perverteram a fé de alguns dizendo que a ressurreição já tinha acontecido (2 Tm. 2.17,18). Pedro advertiu que nos últimos dias muitos escarnecerão da esperança na vinda do Senhor (2 Pe 3.3). Em nossa época estamos assistindo, com tristeza, a este desaforo. É importante para os cristãos apresentarem claramente a mensagem da salvação. Cuidar da sã doutrina para convencer do pecado (Tt 1.9,10). Usar a sã doutrina para salvar alguns da Condenação; (1 Tm 4.16).

Ensinar a sã doutrina para haver vidas santificadas. Eis o conselho de Paulo: “Tu, porém, fala o que convém à sã doutrina. Em tudo te dá, por exemplo, de boas Obras, na doutrina mostra incorrupção (Tt 2.1,7). “Se alguém ensina outra doutrina, e se não conforma com as sãs palavras de nosso Senhor Jesus Cristo, e com a doutrina que é segundo a piedade, é soberbo e nada sabe, mas delira acerca de questões e contendas de palavras...; contendas de homens corruptos de entendimento e privados da verdade...”(1 Tm 6.3-5). Que Deus te abençoe.

1 comentários: