sexta-feira, 30 de março de 2012

Posted by Profetiza Sobre as Nações | File under :
“No final da Copa Intercontinental de Futebol, o Real Madrid bateu o Peñarol por 5 a 0. Em um determinado momento do jogo, Di Stéfano, o famoso jogador do Real Madrid, entrou na área inimiga com a bola dominada. Diante do goleiro, ameaçou chutar num canto e bateu para o outro. O goleiro MaidanaDi Stéfano só recordava esta jogada: “Você viu aquele goleiro? Estava indo para um lado, voltou e ainda defendeu meu chute, me roubou o gol”, e repetia isso a todos que o felicitavam. Foi para casa, quase amargurado por um detalhe tão insignificante. rebateu no ar e defendeu o chute. Quando o jogo acabou, apesar de ser campeão mundial de clubes.


Quantos estragos as pequenas coisas, as pequenas amarguras fazem em nossas vidas! Em muitas ocasiões lutamos bem, trabalhamos o melhor possível, fazemos tudo quanto poderíamos ter feito, e nosso trabalho teve ótimos resultados. No entanto, voltamos amargurados para casa. Um gesto esquisito, um sorriso cínico, uma palavra mal intencionada podem transformar a grande festa em uma solitária e amarga celebração.

Muitas vezes participei de campanhas evangelísticas durante as quais Deus revelara o Seu poder de maneira extraordinária. No final chorávamos de alegria, mas se alguém encontrasse um pequeno defeito, ou se aborrecesse por não ter nada “importante”, ou alguém falasse algo indesejado contra o outro, tudo terminaria em tristeza. A amargura é uma das armas prediletas do diabo.

Nós esquecemos que a amargura é pecado! Não temos o direito de entristecer alguém alegre por servir a Deus com pequenas bobagens. Não temos nem o direito de entristecer por simples detalhes. Não temos direito de entristecer aos demais com nossas pequenas “sensações”, “impressões”, ou “amarguras”. E, além disso, estes sentimentos nos fazem pecar. Ao permitirmos que a amargura crie raízes dentro de nós, estamos desagradando a Deus. Temos que cortar o mal pela raiz.

Busque suas raízes em seu interior. Observe o que está crescendo, e se há alguma raiz de amargura, não a cultive, mas corte-a. Comece a plantar raízes de alegria, e cultive o crescimento delas”.

Uma pequena amargura nunca pode ofuscar uma grande alegria.
 
Que no dia de hoje você possa orar e pedir perdão ao Senhor por estar tão triste por algo pequeno (você pode listar para Deus as suas tristezas). Peça que Ele te ensine a não cultivar a amargura em seu coração e viver com alegria.

Assim, você verá como será bem mais fácil viver feliz. Tente! Vai fazer uma grande diferença em sua vida.

 Que Deus te Abençoe. 

Fonte: Guest Author

0 comentários: