domingo, 17 de fevereiro de 2013

Posted by Profetiza Sobre as Nações | File under :



Por: Patrick Duarte

Durante os últimos dias tive um ótimo debate bíblico com meu brother Fabio Soares, a respeito de uma pergunta que surgiu no MSN: “Os demônios adoram a Deus?” A primeira resposta que vem na cabeça de muitos foi “que perguntinha hein”, mas hoje esse artigo é para esclarecer essa dúvida com base bíblica.


Alguns pregadores afirmar que sim, os demônios adoram a Deus. Enquanto outros afirmam o contrário – nesse caso eu me encaixo. Enquanto pessoas se batem e debatem com isso vamos tentar ser o mais simples possível e objetivo sobre tal assunto.

Uma passagem muito utilizada para afirmar que os demônios adoram se encontra em (Marcos 5. 1-20). Nesse post vamos deixar o capitulo até o versículo 10 (recomendo que leia o capítulo) que diz:

E chegaram ao outro lado do mar, à província dos gadarenos.

E, saindo ele do barco, lhe saiu logo ao seu encontro, dos sepulcros, um homem com espírito imundo;

O qual tinha a sua morada nos sepulcros, e nem ainda com cadeias o podia alguém prender;

Porque, tendo sido muitas vezes preso com grilhões e cadeias, as cadeias foram por ele feitas em pedaços, e os grilhões em migalhas, e ninguém o podia amansar.

E andava sempre, de dia e de noite, clamando pelos montes, e pelos sepulcros, e ferindo-se com pedras.

E, quando viu Jesus ao longe, correu e adorou-o.

E, clamando com grande voz, disse: Que tenho eu contigo, Jesus, Filho do Deus Altíssimo? Conjuro-te por Deus que não me atormentes.

(Porque lhe dizia: Sai deste homem, espírito imundo.)

E perguntou-lhe: Qual é o teu nome? E lhe respondeu, dizendo: Legião é o meu nome, porque somos muitos.

E rogava-lhe muito que os não enviassem para fora daquela província.
 (Marcos 5:1-10)

Para ser mais específico, a citação fica no versículo 6: “E, quando viu Jesus ao longe, correu e adorou-o.” Nessa passagem é relatado o momento em que um homem com espírito maléfico se encontra com Jesus. Quando o avistam, vão ao seu encontro e imploram para que não sejam atormentados. O termo “adorou-o” utilizado no texto não representa a adoração que nós servos de Deus apresentamos a Ele, e sim foi uma forma desesperada de pedir que não fossem retirados do homem. Essa atitude foi uma falsa adoração. Se você continuou a leitura da passagem bíblica pode observar que eles imploram que fossem enviados aos porcos que ali pastavam (Marcos 5: 10-13). A adoração não vem de nós mesmos, mas sim do Espírito Santo de Deus (João 14:26). O coração do homem é enganoso e somente após a morte do homem natural, o homem pode entender as coisas do espírito e assim buscar a verdadeira adoração.

Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parece loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente. ( 1 Coríntios 2:14)
A verdadeira adoração vem através da verdade, da revelação de Cristo através da palavra de Deus e através da espiritualidade. A obediência a palavra de Deus é o principio para adorarmos em verdade, e a busca por uma vida em santidade, ter um estilo de vida em Deus é o principio para adorarmos em espírito.

Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o Pai em espírito e em verdade; porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade. (João 4:23,24)
Não existe uma adoração verdadeira sem a verdade. O homem é um ser que possui duas naturezas: a pecaminosa e a espiritual (Gálatas 5:17). A verdade é Cristo (João 14:6) e somente através dEle podemos conhecer a Deus.

Em meio a um mundo onde o mal tem tomado conta, temos que enfrentar por diversas vezes as armadilhas do inimigo. Entre os estudos teológicos, o mais aceito diz que Lúcifer era um anjo de Deus que quis ser maior que o próprio Deus, sua inveja e orgulho fizeram com que ele fosse expulso do céu e desde então se tornando o antagonista de Deus. Satanás – nome por qual é mais conhecido hoje – tenta a todo custo afastar a verdade (Cristo) dos homens a fim de torná-los perdidos e sem direção. Ele influência de várias maneiras, através de filmes, músicas, manipula pessoas para desvalorizar a palavra de Deus fazendo com que muitas pessoas não acreditem. Ele conhece o ser humano e sabe onde atacar para afastá-lo de Deus. Satanás não quer que a verdade chegue ao homem, ele é a própria mentira.

Vós tendes por pai ao diabo, e quereis satisfazer os desejos de vosso pai. Ele foi homicida desde o princípio, e não se firmou na verdade, porque não há verdade nele. Quando ele profere mentira, fala do que lhe é próprio, porque é mentiroso, e pai da mentira. (João 8:44)
A mentira é a base dos demônios. Se eles são mentirosos como eles poderiam adorar a Deus? Como poderia existir essa relação entre a “Verdade” e a “Mentira”?
O inimigo é enganoso e pode fingir uma falsa adoração, mas a verdadeira adoração não pode partir da mentira. Ele pode até enganar os homens, mas nunca engana a Deus. Os demônios conhecem e reconhecem a soberania de Deus sobre todas as coisas, eles crêem em Deus e têm medo do seu poder. Nas escrituras diz: “… que todo joelho se dobrará e toda língua confessará a Deus.”, mas isso não implica que todos adorarão ao Senhor e sim que todos reconhecerão Sua Glória.

Tu crês que há um só Deus; fazes bem. Também os demônios o crêem, e estremecem. (Tiago 2:19)

Podemos concluir com base nessas passagens e analise que os demônios NÃO adoram a Deus, eles simplesmente reconhecem o poder do Altíssimo Senhor Deus e temem (medo) perante sua face e o obedecem, temos um ótimo exemplo na passagem de Jó, que ao ser testado perdeu tudo, mas não foi permitido ao diabo tocar na vida do homem de Deus. Quando Deus manda o diabo obedece!

0 comentários: