segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Posted by Profetiza Sobre as Nações |


A bíblia nos fala no livro de Daniel de um rei chamado Nabucodonosor, cujo reinado foi abençoado por Deus, e seu reino foi grande em majestade e glória, por causa da grandeza que Deus deu ao reinado de Nabucodonosor, povos, nações e homens de todas as línguas tremiam diante dele; matava a quem queria, e a quem queria deixava com vida; a quem queria exaltava e a quem queria abatia.

Quando, porém, o seu coração se elevou, e o seu espírito se tornou soberbo e arrogante, foi derribado do seu trono real, e passou dele a sua glória. Foi expulso dentre os filhos dos homens, o seu coração foi feito semelhante aos dos animais, e a sua morada foi com os jumentos monteses; deram-lhe a comer erva como aos bois, e do orvalho do céu foi molhado o seu corpo, até que conheceu que Deus, o Altíssimo, tem domínio sobre o reino dos homens e a quem quer constitui sobre ele.

O caso de Nabucodonosor é um exemplo claro que a glória às vezes nos consome e de alguma forma acabamos sendo destruídos pela nossa própria arrogância de não reconhecer que a glória vem de Deus e não de nós mesmo. A soberba às vezes nos envolve que chegamos a pensar que somos capazes de realizar grandes feitos, pobre homens que somos como pode o barro, ou seja, uma obra realizar outra obra se pelas nossas mãos é realizado algum feito não veio de nós, é dom de Deus, somos apenas agentes comissionados a fazer e a cumprir o mandado do bom Mestre.

Existe uma frase que diz; “a glória é um veneno que se toma aos poucos”, Nabucodonosor resolveu tomar da Glória que não era sua e acabou pagando um preço alto pela sua avareza, esse é um alerta aqueles que são apenas anunciadores e pensam que são os donos da palavra e que batem no peito pela grandeza dos seus nomes, Deus não dividi a sua Glória com ninguém e se temos alguma Glória em nossas vida, não é nossa; é emprestada por Deus. Que Deus te abençoe. 

0 comentários: