sábado, 29 de dezembro de 2012

Posted by Joel Rodrigues | File under :
Quando olho para a cristandade, especificamente as denominações evangélicas, faço a mesma pergunta feita no título desta postagem: “Que Jesus é este?”. Faço esta pergunta questionando se o Jesus que vem sendo pregado é o Jesus das Escrituras.
Vejo um “Jesus” mordomo dos homens, um garçom que serve apenas para servir a todos e no fim levar os 10% de gorjeta, um "Jesus" que é um meio para alcançar nossos sonhos mesquinhos, um bonequinho
que serve para satisfazer as vontades de nossa meninice.
São muitos “Jesuses”, "Jesus" Roqueiro com seus shows, "Jesus" Caipira com suas "genuínas" festinhas, "Jesus" Forrózeiro promovendo o rala-coxa gospel, e muitos outros.
Isto é o homem tentando tornar Jesus mais atrativo, tentando dar uma mãozinha a Deus, a mesma mãozinha que Sara tentou dar a Deus quando disse para Abraão ter um filho com sua escrava, dizendo com isso ser a Palavra de Deus insuficiente quando esta havia lhe prometido um filho.
Enfim, este "Jesus" não é o Jesus Deus encontrado nas Escrituras, o Jesus Senhor Soberano, para o qual, e por meio do qual são feitas todas as coisas. O Jesus das Escrituras, a Palavra que se fez carne, o evangelho de Deus é suficientemente poderoso para salvar o homem, a Sua Igreja não precisa de aparatos mundanos, nem mesmo de cristianizar o paganismo.
Igreja Evangélica Apóstata Romana, errais por não conhecerem as Escrituras.
O Jesus das Escrituras, este sim é o verdadeiro Deus e a vida eterna, este que foi deixado do lado de fora (Apocalipse 3.20) por uma Igreja que pensa ter tudo e não precisar de nada. Ele está a porta e bate, as Suas ovelhas reconhecem a Sua voz, ouvem e seguem. A quem temos escutado, a quem ou ao que estamos seguindo?
Jesus é suficiente para a Sua Igreja!
Em Cristo,

Por Thiago N. Fonseca - Fala Sério Varão

0 comentários: